Posts Tagged 'joão Pacca'

MULTIVERSO Texto Simone Rodrigues

MULTIVERSO - MARCELO CARRERA & JOAO PACCA

Há algo abominável a respeito das câmeras, porque elas têm o poder de inventar muitos mundos. Como artista que vem há muito se perdendo no campo selvagem da reprodução mecânica, eu não sei com que mundo começar.

Robert Smithson

A perplexidade expressa por Smithson nesse texto – A Arte Através do Olho da Câmera (1971) – pode nos ajudar a deixar de fora alguns preconceitos a respeito da fotografia antes de adentrarmos o campo simbólico de Multiverso – o mundo inventado por João Pacca e Marcelo Carrera –, pois este começa justamente com o desafio à nossa capacidade de entender onde estamos e de nomear o que vemos.

Este certamente não é o mundo com o qual estamos familiarizados. E nosso estranhamento não se resume ao fato de que os contornos nítidos das formas figurativas, que costumam ser o traço distintivo do registro fotográfico, aqui tendem à abstração – resultado da perda de nitidez provocada pelos tempos longos de exposição, pela presença de amplos planos desfocados e pela insidiosa presença das sombras. Em Multiverso, a atmosfera sobrenatural, se impõe para além de sua ambientação no espaço físico da natureza.

O caráter idílico das imagens logo nos transporta para a dimensão dos sonhos e suas formas misteriosas de existência. Aqui, plantas, pedras, grutas, rios e cachoeiras funcionam como cenário anímico no qual nosso personagem se movimenta.

Ao tentar compreender o que se desenrola nesse cenário, esbarramos em um conjunto híbrido de elementos mitológicos clássicos, sem que possamos reduzi-lo a nenhum mito específico. O belo Narciso, a clarividência de Apolo, a embriaguez de Dionísio, o Hades implacável e muitas outras personificações de divindades povoam essa história, metamorfoseadas. Nesta narrativa alegórica, corpo, espaço e câmera ensaiam um tipo de dança cosmogônica potente o suficiente para reencenar seus ritos pessoais e, a partir deles, reinventar seus mitos.

São gestos e atitudes simbólicas que evocam algum tipo de celebração ou sacrifício. Caso seja um culto, não resta dúvida de que se trata de uma forma de religiosidade panteísta, primitiva, pagã. A relação íntima e sensual com os elementos naturais é a força que move este corpo-espírito que, como uma divindade imanente, nos faz perceber que a natureza é construída como experiência sensível e é capaz de sacralizar o ato prosaico e o profano.

Como toda narrativa mítica, o tempo aqui não é nem linear, nem cronológico, mas cíclico e atemporal. Numa leitura que não exclui sua pluridirecionalidade, parece tratar-se de uma história arquetípica: a jornada do herói em sua busca do autoconhecimento que se sabe autofabricação – autopoiesis, para usar a expressão de Maturana. Neste território de passagem entre a natureza e a cultura, não poderia faltar a crise do enfrentamento da própria sombra, a interdição, o tabu, e sua transcendência/ transfiguração simbolizada pela experiência de morte/renascimento.

Diferentemente da fábula, em geral acompanhada de um ensinamento moral edificante e didaticamente transmitido, a narrativa de Multiverso é aberta e amoral. Os artistas aqui se projetam como que num transe, num êxtase que se apresenta como narrativa subjetiva, verdadeiramente catártica, tendo em vista o contexto cultural a que pertencem, moderno, industrial, urbano, tecnológico, cuja nota dominante é, sem dúvida, o ceticismo.

http://www.marcelocarrera.com/Multiverso.shtml

Totem Art no FOTO RIO 2011

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Projeto Totem Art    é um coletivo de artistas visuais do Rio de Janeiro  formado  em 2011 por artistas que se conheceram em cursos livres de arte,  parque Lage e Atelier da Imagem
E  tem como proposta desenvolver trabalhos autorais sobre diferentes temas e buscar espaços expositivos alternativos que possibilitem a divulgação desses trabalhos.
Totem Art foi idealizado pelos artistas Tatiana Guinle e Marcelo Carrera, e surgiu da necessidade de encontrar um suporte que possibilitasse  a visibilidade do trabalho
em espaços públicos como livrarias, cinemas e eventos, bem como nos espaços expositivos tradicionais,  de forma flexível , móvel e compacta .
O Totem é um suporte multimídia  que pode  ser usado em exposições fotográficas, como também de vídeos e filmes, em 2D e 3D. Ele é composto por uma tela de LCD
 com 55 polegadas ultra fina e moderna (em titânio escovado), mede 1,93 mts  x 1,30 mts  e pesa 70 quilos.
A primeira edição do Totem traz comoo tema LIMITE e conta com a participação dos seguintes  artistas convidados : Ana Carolina Fernandes, AnaCris Loureiro, João Pacca, Juscelino Bezerra,
Maria Paula Vianna, Marcelo Carrera, Marcio Oberlaender, Marina Marchetti, Pedro Farina,  Príamo Melo, Silvia Magalhães Pinto e Tatiana Guinle.
Os artistas abordaram o tema  Limite das mais diferentes formas e estilos. O resultado é uma exposição sensível, poética e criativa. O formato de apresentação  é  5×5
(5 fotos por artista, exibidas por 5 segundos cada uma), criando um pequeno ensaio com uma narrativa autoral sobre o tema.
Nessa primeira edição teremos  a Curadoria de Milton Guran, e esse suporte itinerante Totem Art, com o trabalho desses 12 artistas, vai percorrer todo o circuito de aberturas das
exposições do FOTO RIO 2011, com a seguinte agenda:

DIA 28 DE MAIO 
CENTRO CULTURAL HELIO OITICICA   das 16:00 as 19:00  hrs  Abertura

DIA 06 DE JUNHO 
CENTRO CULTURAL DOS CORREIOS   das 19:00 até as 22:00 hrs Abertura

DIA 07 DE JUNHO 
CENTRO CULTURAL LAURINDA SANTOS LOBO 
DO DIA 9  DE JUNHO ATE  17 DE JULHO
   CENTRO CULTURAL JUSTICA FEDERAL  Visitação de Terça a Domingo  das 12:00 até as 19:00 hrs
ENTRADA FRANCA
Essa  característica  de mobilidade, somada a flexibilidade do suporte para várias mídias,  e ainda de criar um espaço expositivo contemporâneo para que diversos artistas
possam mostrar seu trabalho,  fazem do Totem   Art uma mídia muito interessante, eficaz e dinâmica.
[tweetmeme source=”marcelocmaia” only_single=false]

Follow carreramarcelo on Twitter

Flickr

Mais fotos

Blog Stats

  • 29,926 Visitas

Facebook

Bookmark and Share

x

Mais Avaliados