Multiverso por Marcelo Carrera

u

Quantas almas encontrei pelo caminho sufocadas por tanta liberdade, vivendo a náusea provocada pelo excesso de possibilidades e na inevitável renúncia angustiante que cada uma dessas escolhas representa.

Diante dessa realidade a minha tentativa desesperada de ter tudo ao mesmo tempo, sem que nada escorra pelos dedos de minha mão, me parece sem sentido.

Sou escravo dos meus desejos e mesmo assim tenho uma estranha ilusão de liberdade, uma ilusão construída por desejos que nem são genuinamente meus e sim fazem parte de uma cultura da qual estou contaminado até a medula.

Em seu Manifesto sobre a vida do artista, Marina Abramovic provoca, dizendo :

 

”O artista nunca deve mentir para sí próprio, nem para os outros.”

“O artista deve procurar a inspiração no seu âmago.”

“Quanto mais se aprofundarem em seu âmago, mais universais serão.”

“O artista deve criar um espaço para que o silêncio adentre sua obra.”

“O artista deve reservar para si longos períodos de solidão.”

“O artista deve passar longos períodos de tempo perto de cachoeiras.”

“O artista deve passar longos períodos de tempo olhando as corredeiras dos rios.”

“O artista deve passar longos períodos de tempo contemplando a linha do horizonte”

“O artista deve passar longos períodos de tempo admirando as estrelas no céu da noite”

 

Essa proposta quase religiosa da busca de uma verdade interior essencial, de um contato direto com a natureza, com o silêncio e sua reflexão me tocou, me deu um motivo, me fez sentir a necessidade de tentar remover todo esse véu cultural que cobre meus medos e desejos genuínos, colocando uma nova luz de compreensão sobre meus sentimentos. Buscando novos sentidos e interpretações, quero encontrar novas camadas de entendimento sobre quem eu sou e o que eu quero.

E foi na natureza, nesse território distante, primitivo e orgânico, que desenvolvemos todo o trabalho, como uma expedição, uma experiência sensorial, como se estivessemos explorando um universo novo paralelo que nos permitiu essa catarse, o resultado gerou esse livro e trouxe efeitos transformadores, terapêuticos e profundos em nós dois.

Multiverso é um conceito que articula a existência de multiplos universos que ocorrem simultaneamente em dimensões paralelas, uma visão que designa o conjunto infinito de possibilidades que formam o tempo e o espaço, vividos por nós como uma única realidade.

Com tantas possibilidadades posso ser muitos, posso mudar sempre. Quero continuar destruindo todas as minhas certezas.

VEJA O LIVRO AQUI.

http://br.blurb.com/books/4312909-multiverso

0 Responses to “Multiverso por Marcelo Carrera”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Follow carreramarcelo on Twitter

Flickr

Mais fotos

Blog Stats

  • 28,824 Visitas

Atualizações Twitter

Twitter

Facebook

Bookmark and Share

x

Mais Avaliados


%d blogueiros gostam disto: